JOVEM DESAPARECIDA É ENCONTRADA MORTA - ADOLESCENTE DE 16 ANOS TERIA À ASFIXIADO

26 JUN 2016
26 de Junho de 2016
A jovem Carolina Mattos, 18 anos, que cursava fisioterapia na Unoesc de Joaçaba e estava desaparecida desde o final da tarde desta sexta-feira, 24, foi encontrada morta na manhã deste sábado, 25. O corpo foi localizado no interior do município de Capinzal, na comunidade de Vidal Ramos. Equipes da Polícia Civil, do Instituto Geral de Perícias e da Polícia Militar estiveram no local para iniciar os trabalhos de perícia e investigações. A necrópsia que vai apontar as causas da morte será feita no Instituto Médico legal (IML) de Joaçaba.

O corpo estava há aproximadamente mil metros do local onde Caroline embarcaria no ônibus para ir a universidade e foi encontrado por moradores da comunidade de Vidal Ramos por volta das 12h30. A jovem estava com as mãos amarradas em uma árvore e com sinais de violência pelo corpo, mas não esquartejada, como algumas informações iniciais deram conta.

A Polícia Militar deteve um suspeito do crime no local onde o corpo foi encontrado. Com a chegada da Polícia Civil  o jovem foi interrogado e teria dado informações que levaram a crer ser ele o autor do crime. Por ter 16 anos, o adolescente não teve a identidade divulgada. Houve tumulto no momento em que o suspeito era conduzido à delegacia, sendo necessário aos policiais realizarem disparos para o alto com o objetivo de dispersar a multidão enfurecida.


Prisão do suspeito

No final da tarde de sábado o delegado regional Daniel Régis divulgou a seguinte nota, informando que o suspeito foi preso:

Informo que a jovem Carolina Aparecida de Matos faleceu por asfixia, após ser levada ao local do delito por um adolescente de 16 anos. O menor está sob custódia da Polícia Civil e sendo apreendido por ato infracional equiparado a homicídio com três qualificadoras. O IGP confirmou a ausência de violência sexual. Toda o fato passará agora por minuciosa investigação para a completa descrição de conduta. Faremos uma coletiva na segunda-feira, às 10h da manhã, na DRP de Joaçaba.

O desaparecimento

Segundo informações dos familiares, Carolina, que era moradora da comunidade de Vidal Ramos, interior do município de Capinzal, foi vista pela última vez por volta das 17h, quando saiu de casa para pegar o ônibus que a levaria até a universidade. Os colegas da jovem teriam estranhado a ausência dela e comunicaram a família, que registrou um Boletim de Ocorrência dando conta do desaparecimento.

Amigos descreveram Carolina como uma menina super família e amável com todos. Ela não costumava sair de casa sozinha.

Em Breve Mais Imagens.

Voltar